Feira de Santana

Mulheres são flagradas com carteiras falsas no presidio; uma delas admitiu que iria fazer ‘programa’

Na tarde desta quinta-feira (9) quatro mulheres foram flagradas com carteiras de visitante falsificadas, na tentativa de entrar no Conjunto Penal de Feira de Santana. A falsificação nas carteiras de identificação de visitas foi percebida por agentes penitenciários.

Em entrevista do programa Ronda Policial, o diretor do conjunto penal, capitão Alan Araújo disse que ficou surpreso ao questionar uma das mulheres sobre o problema e obteve a resposta de que ela estava ali para ganhar dinheiro, fazendo um ‘programa’ com um detento, mas não citou o nome.

Anúncios

Apesar da surpresa, o diretor da unidade de segurança admitiu que fatos desta natureza podem acontecer. Ele reiterou que as pessoas envolvidas foram conduzidas pela Companhia de Guarda da Polícia Militar até a central de flagrante, no bairro do Sobradinho, para apuração dos fatos.

Fuga
Nesta sexta-feira (10), mais um detento do Conjunto Penal de Feira de Santana fugiu. Em menos de 48 horas, duas fugas foram registradas. O acusado de latrocínio Bernadinho Silva dos Santos, 22, natural de Ruy Barbosa, fugiu do presídio após pular o muro. Ele foi condenado há mais de 20 anos de prisão por assalto seguido de morte, e cumpria pena há mais de dois anos, precisamente desde 22 de março de 2016.

A outra fuga está sendo considerada como um mistério, já que até o momento a direção da unidade não soube explicar como o presidiário Carlos José Pereira de Macedo, 19, natural de Coração de Maria, conseguiu fugir durante a madrugada, mas apenas pela manhã, durante a verificação matinal, foi notada a ausência do detento. Ele foi preso em no mês de setembro de 2017 e foi condenado a 10 anos e 8 meses de prisão, por assalto.

O diretor da unidade, capitão PM Alan, afirmou que vai se reunir com o tenente Coronel Moraes, comandante da Companhia Independente de Polícia de Guarda, responsável pelo policiamento na área externa do Conjunto Penal, para discutir o número reduzido de policiais e agentes penitenciários.

F: Central de Polícia

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *