Política

Zé Ronaldo consegue a união: Chapa terá Jutahy e Lázaro

ACM Neto vai reunir, segunda, 30, os aliados para dar um ponto final às querelas entre o deputado Jutahy Júnior, candidato ao Senado pelo PSDB, que vinha vetando sistematicamente Irmão Lázaro, do PSC, como ocupante da segunda vaga ao Senado. Convencer Jutahy, que até o início desta semana se mantinha firme na resistência, foi uma operação que envolveu até Geraldo Alckmin, o candidato tucano à presidência. Enfim, prevaleceu o que o conjunto da oposição baiana julga ser o mais sensato. Está em aberto a vaga de vice, mas aí é mais fácil. Basta Neto convencer Bruno Reis, o vice dele. O tempo inteiro Jutahy bateu pé firme no veto a Lázaro como candidato ao Senado. Dizia que ele somava mais como vice. Perdeu, pelo menos o primeiro round. Também, estava só, pois os outros dois deputados federais tucanos baianos, João Gualberto, o presidente do partido, e Antônio Imbassahy, também queriam Lázaro. Com um mandato de deputado estadual (1979-1983) e oito de deputado federal, de então até agora, Jutahy, aos 62 anos, diz que em 2018 tem o último embate eleitoral. Gostaria de eleger-se senador para fechar com chave de ouro. No tititi interno da oposição, admite-se que a disputa com Rui Costa é difícil e dizia-se que Jutahy estava com medo de ser o último colocado entre os quatro candidatos principais. A aposta está feita. (Levy Vasconcelos/A Tarde)

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *