Bahia

Três da facção de Haroldo são mortos e líder do tráfico não retorna de saída de Natal

Uma operação da Rondesp BTS, na tarde de domingo (29/12), resultou em três criminosos mortos, todos integrantes da facção do traficante Haroldo, que atua na região do subúrbio ferroviário de Salvador.

De acordo com a fonte do Informe Baiano, as investidas ocorreram nas localidades conhecidas como Pedrinhas, Iraque e Conjunto Senhor do Bonfim.

Anúncios

A primeira ação foi por volta das 13h, no Lobato, onde as guarnições foram atacadas por um bonde com mais de 10 bandidos. Houve um intenso tiroteio e um dos bandidos foi achado baleado em uma construção com uma arma ao lado. Socorrido para o Hospital do Subúrbio, ele não resistiu aos ferimentos.

Em seguida os militares deslocaram para Plataforma, onde conseguiram localizar outra parte da quadrilha e ocorreu novo confronto. Cerca de 6 marginais escaparam por um matagal e outros invadiram uma residência. Com a autorização dos proprietários, a equipe entrou na casa e houve nova troca de tiros, culminando em mais dois feridos, que ainda foram socorridos, mas também morreram no Hospital do Subúrbio.

Saldo da operação

Foram apreendidos três revólveres calibre .38, tubos grande e pequeno de cocaína, 58 pedras de crack e um relógio dourado. A ocorrência foi registrada na Corregedoria Geral da Polícia Militar.

Haroldo não retorna

Chefão do tráfico de drogas e responsável por dezenas de homicídios na região do subúrbio ferroviário de Salvador, Danilo José de Jesus Silva, o “Haroldo”, foi preso em outubro de 2018 por policiais da 3ª Companhia Independente da PM, no bairro de Cajazeiras. Ele era o 2 de Copas do Baralho do Crime da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Esse mês, o criminoso foi beneficiado com a saída temporária de Natal, mas não retornou e está sendo procurado.

IB

Spread the love
Anúncios
crie seu site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.