Brasil e Mundo

Arma achada na casa de Flordelis foi usada para matar pastor, diz perícia

Uma perícia realizada pelo Instituto Carlos Éboli, da Polícia Civil do Rio, confirmou que a arma calibre 9mm, encontrada em cima de um armário na casa da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) no mês passado, foi a mesma usada no assassinato do marido dela, o pastor evangélico Anderson do Carmo, 42, em 16 de junho. As informações são do Uol. A pistola já havia sido submetida a uma perícia preliminar na Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, que investiga o caso.

Segundo a reportagem, o instituto confirmou a perícia preliminar por meio de um teste, que consiste em confrontar as ranhuras dos estojos das balas (uma espécie de impressão digital da arma) com as ranhuras das balas que atingiram o pastor, cujo corpo tinha 30 perfurações.

Anderson Carmo era casado com a deputada federal. Eles tinham 55 filhos – quatro são biológicos. Dois deles estão presos e são considerados suspeitos formais em relação ao crime. Flávio dos Santos Rodrigues, 38, filho biológico de Flordelis e enteado do pastor, confessou ter dado seis tiros, segundo a polícia. Sua defesa, no entanto, alega que a confissão não foi feita e que ele é inocente.

Anúncios

Lucas dos Santos, 18, filho adotivo do casal, também está preso. Ele é apontado pela polícia como suspeito de ter comprado a arma calibre 9mm usada no assassinato. A pistola foi achada em cima de um armário no quarto usado por Flávio na casa de Flordelis e Anderson. Os vídeos divulgados pela polícia colocam ambos os filhos presos na cena do crime.

Anúncios
crie seu site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *