Brasil e Mundo

Homem morre no Ceará após tacos de sinuca serem confundidos com armas pela polícia

Um homem identificado como José Messias Guedes de Oliveira morreu na quarta (1º), após o carro em que estava com outras três pessoas ser atingido por tiros da polícia do Ceará. As quatro pessoas que estavam no veículo seguiam de Patos, na Paraíba, para São Luiz, no Maranhão onde participariam do 5º Campeonato Norte/Nordeste de Sinuca.

Ao parar para abastecer, os tacos que eles levavam para a competição foram confundidos com armas, e a polícia foi acionada. José Messias foi atingido na região do abdômen. Outras duas pessoas que também estavam no veículo também foram feridas com tiro de raspão e estilhaços de vidro, mas passam bem.

Anúncios

Apenas uma pessoas não foi atingida, Gutiely Pereira de Araújo. “O meu amigo foi morto pela falta de preparo dos policiais. Eu não sou militar, mas quando se faz uma abordagem e a pessoa não para, eu acho que o correto é atirar para cima, ou no máximo no pneu. Agora você disparar de frente para o carro, sem nem saber quem está dentro, já querendo matar e tudo isso por causa da denúncia de um civil”, contou Gutiely Pereira segundo o G1

  • Gutiely Pereira de Araújo acrescentou que o grupo de amigos parou em um posto de gasolina para lanchar e pedir informações, e o frentista do local teria confundido os tacos de sinuca que estavam dentro do carro com armas e acionou a polícia. Durante uma tentativa de abordagem, a polícia disparou diversas vezes contra o veículo.
Anúncios
crie seu site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *