Esporte

Vitória pode ser o primeiro clube do Brasil a ser punido por LGBTfobia

A Procuradoria de Justiça Desportiva de Futebol da Bahia ofereceu denúncia contra o Esporte Clube Vitória por conduta e manifestação discriminatória em razão da orientação sexual e identidade de gênero.

O fato aconteceu durante o BaVi do dia 01/03/2020 no barradão, quando um grupo de torcedores rubro-negros penduraram a camisa da torcida LGBT do Esquadrão de cabeça para baixo. A conduta configura a infração enquadrada no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva e prevê sansões que vão de suspensão de jogos, perda de pontos, multas.

Anúncios

O árbitro da partida, Bruno Pereira Vasconcelos, também é citado na denúncia do procurador Hermes Hilarião Teixeira Neto. Ele foi acionado por não ter registrado o episódio na súmula, o que dificultou posteriormente a formalização da denúncia contra o Vitória.

O julgamento será realizado nesta quinta-feira (17), às 10, pela 1ª Comissão Disciplinar do TJD. Em razão da pandemia de COvid-19, o julgamento será em sala virtual. Qualquer pessoa interessada em participar do julgamento virtual podem solicitar acesso com até 8h antes de prazo através do email tjd@fbf.org.br e receberá o link para participar.

Se for condenado pela conduta dos seus torcedores o Esporte Clube Vitória será o primeiro time de futebol do Brasil punido por LGBTfobia.

Anúncios
crie seu site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.