Política

Mourão, vice de Jair Bolsonaro, culpa videogames violentos por massacre em Suzano

Nesta quarta-feira (13), o vice-presidente Hamilton Mourão falou sobre o massacre na escola Raul Brasil, na cidade de Suzano, São Paulo. Segundo o vice de Jair Bolsonaro, a culpa é dos videogames violentos e também da “falta de atividades educativas” para os estudantes.

“Hoje a gente vê essa garotada viciada em videogames e videogames violentos. Só isso que fazem. Quando eu era criança e adolescente, jogava bola, soltava pipa, jogava bola de gude, hoje não vemos mais essas coisas. É isso que temos que estar preocupados”, disse Mourão.

Anúncios

O vice-presidente fez questão de rechaçar qualquer tipo de ligação entre o massacre na escola Raul Brasil com o debate da flexibilização do uso de armas, que é defendido pelo governo. Mourão ainda fez questão de argumentar: “Vai dizer que a arma que os caras estavam lá era legal? Não era. Não tem nada a ver”.

Mourão disse ainda que este tipo de crime não acontecia aqui no Brasil, então é preciso ver o motivo disso estar acontecendo. Ele contou que fica vendo seus netos ‘mergulhados’ no videogame. “Lamento profundamente o que ocorreu”, finalizou o vice de Bolsonaro.E Mourão ainda comentou sobre quando era adolescência e morou nos Estados Unidos, explicando que naquela época ele estudava das 9 às 15 horas e que no Brasil não tem escola em tempo integral. Para o vice-presidente, o ocorrido em Suzano não afeta o debate sobre a flexibilização da posse de arma de fogo.

Os dois atiradores mataram crianças e funcionários da escola. Pouco antes do massacre, mataram em um senhor que era tio de um deles.

1EWS

Anúncios
crie seu site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *