Política

Seis parlamentares baianos estão na lista de “monitorados” do governo federal

A denúncia de que o Governo Federal autorizou o uso de dinheiro público para monitorar parlamentares da oposição e até mesmo aliados em suas redes sociais, mostrou que seis deputados baianos foram “vigiados”.

Nos relatórios que foram produzidos a pedido da Secretaria de Governo e da Secretaria de Comunicação em fevereiro,  constam os nomes de Afonso Florence (PT), Bacelar (PODEMOS), Dayane Pimentel (PSL), Daniel de Almeida (PCdoB), Jorge Solla (PT) e Pastor Sargento Isidório (Avante), todos deputados federais que atualmente se mostram contrários ao presidente Jair Bolsonaro.

Anúncios

Segundo a publicação, o governo está preocupado com cada detalhe do que parlamentares e jornalistas publicam nas redes sociais, com um propósito que segue obscuro. O monitoramento dos parlamentares é diário.

RADAR DA BAHIA

Anúncios
crie seu site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.