Política

Sérgio Moro abandona coletiva de imprensa após ser questionado sobre vazamento de mensagens

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, esteve em Manaus na manhã desta segunda-feira (10) e precisou dar explicações a jornalistas sobre o conteúdo das mensagens que foram vazadas pelo site The Intercept Brasil, que mostram possíveis diálogos do, à época, juiz federal com procuradores envolvidos na Força-Tarefa da Operação Lava Jato e que apontam para uma orquestração prejudicial ao Partido dos Trabalhadores e ao ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

“Juízes conversam com procuradores, advogados e policiais. Isso é algo absolutamente normal e eu não dei orientação nenhuma”, disse o ministro ao ser questionado sobre o tema.

Anúncios

Segundo informação do jornal “A Crítica” repercutida pelo Metro1, o ministro ficou irritado com a insistência dos jornalistas sobre o tema e deixou a entrevista coletiva antes do previsto. Moro estava na capital amazonense para participar da reunião do Conselho Nacional dos Secretários de Estado da Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária (Consej).

Antes de sair da coletiva, o ministro ainda foi indagado se a repercussão negativa dos vazamentos poderia complicar sua indicação ao STF. Moro respondeu que já se pronunciou sobre o assunto e que o vazamento é uma invasão criminosa.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Anúncios
crie seu site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *