Blog

Karol Conká é eliminada do ‘BBB 21’ com rejeição recorde de 99,17%

Karol Conká deixou o BBB 21 na noite desta terça-feira, 23, após receber 99,17% dos votos, recorde de rejeição em um Paredão no Big Brother Brasil. Arthur e Gilberto, que disputavam com a rapper a vaga para continuar no reality show, receberam 0,54% e 0,29%, respectivamente, dos votos.

É a segunda vez nesta edição que o recorde de rejeição em um Paredão, triplo ou duplo, é quebrado. Aliado de Karol no jogo, o primeiro participante a chegar na marca foi Nego Di ao deixar a atração da Globo no terceiro Paredão com 98,76% dos votos.

Anúncios

Em seu discurso, o apresentador Tiago Leifert não fez muito mistério e deixou claro que Karol seria a eliminada da noite: “Por causa do jogo, o estilo de jogo que você escolheu aí dentro, de combate, ao mesmo tempo que você feriu, você se feriu. Quando você entra, você entra para tombar”. Ao passar pela porta, a sister foi aplaudida pelos participantes que cantaram ‘Tombei’, o maior hit da carreira da rapper.

A eliminação de Karol Conká já era desejada e esperada pelo público. Marília Mendonça, Bruno Gagliasso, Deborah Secco, Maisa, Anitta e outras personalidades comemoraram quando a curitibana foi indicada por Sarah ao Paredão. Anitta, no entanto, ponderou desejando que a rapper não sofra consequências pelo jogo depois que deixar a casa. “Amei Karol no paredão igual todo mundo. Não concordo com nada que ela fez e faz no jogo. Mas, ainda assim, temo pelo que pode acontecer com ela quando sair. Espero que ela possa andar na rua e tenha ajuda psicológica quando sair. Desejo que saia, que se dê mal no jogo porque fez um péssimo jogo, que tenha a consequência de seus atos, mas que possa ter oportunidade de aprender e ter uma vida quando sair”, escreveu Anitta, que já havia feito uma série de vídeos condenando a prática do cancelamento e do julgamento exagerado na internet.

Ana Maria Braga, que nas quartas-feiras entrevista no Mais Você os eliminados do BBB, também brincou a eliminação bastante provável de Karol Conká e com a rejeição que a rapper enfrenta do público. A apresentadora sugeriu que não apresentaria o programa na quarta e assim evitaria um encontro com Karol. “Vou dizer que trabalhei muito hoje, estou esgotada. Amanhã faço um bico. E na quarta-feira, eu digo: ah, não sei, não venho”, disse a apresentadora, rindo.

Como fica agora a carreira de Karol Conká?

Ao deixar o BBB 21, a rapper terá mais do que a entrevista com Ana Maria Braga, no Mais Você, para enfrentar. A cantora terá uma crise para gerenciar em sua carreira e uma reputação para reconstruir.

O primeiro passo é compreender os erros e se desculpar. “Acredito que só com um gerenciamento de crise bem feito e uma mudança total de postura será possível aliviar os danos causados para a imagem da participante. Logo quando deixar a casa, acredito que o mais importante seja pedir desculpas e desculpas sinceras. De nada adianta a Karol sair da casa e continuar com a mesma postura. Ela precisa entender que cometeu diversos erros e que precisa mudar radicalmente”, afirmou Fernando Faiad Soni, sócio fundador da agência de marketing digital Stardust.

Na opinião do especialista, Karol deveria rever a estratégia adotada até agora por sua equipe e também precisa aprender ouvir as críticas. “Podemos perceber que sua equipe está tentando minimizar os danos em seu perfil de Instagram, porém, estão fazendo isso do jeito errado, restringindo os comentários adversos. A censura é um dos piores caminhos para o gerenciamento de crise bem sucedido”, avalia Fernando.

Para Soni, a artista precisa assumir a responsabilidade e ser transparente, entretanto ele sugere ainda ter foco no futuro. “Ela e sua equipe precisam entender que o que passou, passou. O que ela fez na casa não será esquecido da noite para o dia. Caso ela queira retomar a credibilidade de outrora, o foco é daqui pra frente. Deixar o público falar e se expressar é primordial, por mais que sejam comentários negativos. Não é censurando o povo que ela irá reverter essa crise de imagem.”

Uma pausa na exposição parece ser um caminho natural para Karol Conká e também é uma recomendação do especialista: “Queira ou não, o tempo é aliado nessas horas. Não precisa ficar ‘forçando’ algo para tentar reverter essa imagem de imediato, pois isso se dará com o tempo e com suas atitudes futuras”.

O BBB 21 está mostrando que é fundamental para anônimos e artistas terem coerência entre discurso e atitudes. “Vale mencionar que de nada adianta uma pessoa forçar e querer transparecer algo que não é. Isso tudo só será válido e aceito pelo público e por seus seguidores se for realmente real e verdadeiro. As pessoas sentem quando algo é dito da boca pra fora. Você precisa ter coerência entre o que prega e o que é na realidade, como pessoa”, disse Fernando Faiad Soni.

O Estadão questionou a assessoria de Karol Conká a respeito do planejamento da carreira da cantora, mas não obteve resposta.

Os cancelamentos de Karol Conká

Escolhida pelo público como uma das vilãs da temporada 2021, ela começou o programa com 1,6 milhões de seguidores no Instagram. Agora, cinco semanas após a estreia do BBB, esse número caiu para 1,2 milhão. Um perfil batizado de Rejeição da Karol, cuja descrição diz que “a meta de ter mais seguidores que a Karol”, faz postagens negativas sobre a rapper e já soma 2 milhões de adeptos

Segundo Ana Paula Passarelli, diretora de operações da Brunch, agência especializada em influenciadores digitais, a rapper já perdeu cerca de R$ 5 milhões com cancelamento de shows, ações no Instagram e contatos de programas de TV. A cantora também já perdeu mais de 800 mil seguidores nas redes sociais – ela cobrava até R$ 24 mil por posts patrocinados. A rejeição do público vai além dos participantes do reality show e impacta as marcas anunciantes também.

O Festival Rec-Beat, para o qual a artista já estava confirmada, anunciou o cancelamento de sua participação por conta de “declarações e atitudes” “que confrontam os princípios do festival”. A participação de Karol Conká, gravada previamente na Pinacoteca de São Paulo, iria ao ar no próximo em 14 de fevereiro. Segundo a equipe da artista, a ideia seria evitar “manifestações hostis, fruto da repercussão gerada pelo ‘BBB'”.

O programa Prazer, Feminino, apresentado por Karol Conká ao lado da ex-BBB Marcela McGowan, teve sua exibição suspensa pelo canal pago GNT. Segundo a emissora, a data será para o programa ir ao ar foi “revista”.

A temporada mais recente de Prazer, Feminino foi publicada no canal do YouTube do GNT entre outubro e novembro do ano passado, mas desta vez seria exibido na TV.

Diversos artistas conhecidos chegaram a se pronunciar em crítica à cantora. Ludmilla, por exemplo, chegou a afirmar que fará um “mutirão” para eliminar a artista quando ela estiver em um Paredão.
Com Juliette Freire

Em um dos trechos mais criticados, Conká reclama sobre o jeito de falar da participante Juliette, paraibana. “Eu sou de Curitiba, entendeu? É uma cidade muito reservadinha. Eu tenho meus costumes, tenho muita educação para falar com as pessoas”, disse.
Com Lucas Penteado

A forma como Karol tratou Lucas Penteado ao longo do jogo também rendeu críticas. Em um momento, ao se sentar à mesa, se dirigiu ao colega, que já estava almoçando: “Eu quero comer na paz do Senhor, entendeu? Não quero que você fale enquanto estou na mesa comendo. Obrigada, me respeita, valeu. Não quero e não estou a fim.”

“Come aí e quando você terminar você me avisa”, respondeu Lucas, saindo do local. “Isso, melhor. Porque você não sabe calar a boca, é melhor você sair, mesmo. Eu não sou obrigada”, continuou Conká. Na sequência, é possível ouvir o jovem, já mais longe, pedindo desculpas. “Não desculpo. Vá cag***. Vá à m***. Vá se fazer de louco lá para fora, pede para sair. Já deu”, rebate a cantora.

Na ocasião do primeiro Jogo da Discórdia, em que foi fomentada a discussão sobre os “canceladores” do BBB 21, Karol voltou a ser criticada pela forma como tratou Lucas Penteado.

novamente no intervalo, Karol Conká manda Lucas não olhar pra ela, virar a cara dele de b*sta pro outro lado e respeitar a ‘mamacita’ #BBB21 pic.twitter.com/NDKM1cYTcj

Com Arcrebiano

A maneira como Karol Conká tratou o participante Arcrebiano, apelidado de Bil, enquanto ele estava na casa também foi vista como problemática pelo público. Após os dois se beijaram em uma festa, Bil se afastou da rapper que ficou com ciúmes. Karol chegou a dizer que o educador físico a usou e o chamou de “covarde”.

Com Gilberto Nogueira

A rapper também participou de um diálogo com Nego Di e Lumena que questionava a negritude do concorrente Gilberto. Em uma conversa entre quatro participantes, Nego Di faz referência a Gilberto, que não estava presente: “Pode dizer que é muçulmano… Negro, não. Nada a ver. Ele tem cabelo liso. Eu estava olhando isso na prova. Quem é que disse isso para ele?”

“Teve alguém uma hora que disse para ele: ‘cara, tu é preto’. E ele acreditou. Porque não é possível falar aquilo ali que ele falou”, continuou.

Em outro momento, Karol Conká ironiza: “Eu não sei, gente. Só sei que ele é negro. Vamos falar que ele é negro e ponto. Deixa ser negro… Ai, gente, quero que vocês enxerguem em mim uma ruivice. Eu sou ruiva.”

Lumena também acompanhou os comentários em tom de deboche: “Eu sou verde!”

A equipe de Gilberto criticou as falas feitas no BBB: “Tivemos que ouvir a invalidade da autodeclaração. […] Gilberto se declara, se considera e se reconhece como negro. Nessa madrugada, tivemos a infelicidade de assistir a participantes invalidando sua cor.”

“Sabemos que a construção do que é ser nego no Brasil ainda é muito confusa para muitas pessoas, principalmente quando se trata de pessoas negras de pele clara. Entretanto, a discussão sobre o colorismo não pode ser feita com base no gostar ou não de alguém”.

“Estamos aqui fora por ele e não deixaremos que nenhum tipo de racismo e homofobia passem impunes”, conclui a nota do participante do BBB 21

Com Thelma Assis, do ‘BBB 20’

De dentro da casa do BBB 21, Conká conseguiu se indispor com a vencedora da edição de 2020 do reality show, Thelma Assis. Em uma conversa, a cantora afirmou: “Eu fico muito preocupada porque o Brasil é um País racista e eles adoram botar o pretinho no chinelo, lá em baixo, entendeu? Quem protegeu a Thelma na outra edição foi Manu [Gavassi], Rafa [Kalimann] e ela mesma.”

“Só que ela não conseguiu, sozinha, se proteger. Ela tinha que ter as amigas brancas por ela. Eu não tenho amigas brancas aqui por mim”, completou Karol Conká.

Thelma, então, se pronunciou em resposta ao comentário feito na casa do BBB 21: “Em minha vida eu ocupei todos os espaços que desejei ocupar provando para as pessoas que caráter e boa índole não têm cor. Quem me protegeu lá dentro foi a minha coerência, foi a minha consciência negra de jamais oprimir um dos meus, ao contrário do que tem sido feito”, prosseguiu a campeã do Big Brother.

Por fim, Thelma concluiu: “Está na hora de acordar para o jogo e parar de se comparar com a galera do ano anterior. Quem nasceu pra 21 nunca será 20”.

 

Anúncios
crie seu site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.